Ele sentiu que ia morrer

ELE SENTIU QUE IA MORRER
Cap 47.27-31, Gn 48 e Gn 49

Deus Vivo – Jó 19:25


“Ele sentiu que ia morrer”
foi o título escolhido para este sermão em razão da importância deste momento na história do povo de Deus, em que o patriarca Jacó está prestes à morrer.

Pano de Fundo Histórico: Jacó e a sua família se mudaram para o Egito sob a proteção de José. Dezessete anos depois, Jacó sente que vai morrer e, por isso, reúne os filhos para lhes expor as suas últimas PREOCUPAÇÕES desta vida:


1) GARANTIR QUE O SEU CORPO SEJA ENTERRADO EM CANAÃ (Gn 47.27-31 e Gn 49.29-33)

Por mais que seus últimos anos no Egito tenham sido bons para ele e para sua família, Jacó não queria ser enterrado ali. Quando ele sentiu que ia morrer, fez seu último pedido para José: “Não me sepulte no Egito… Coloque o meu corpo na sepultura dos meus antepassados, em Macpela… no país de Canaã… Abraão comprou este terreno para ser a sepultura da família”. José prometeu e cumpriu a sua promessa.

Isso é o equivalente, hoje, à nossa firme esperança da salvação. Nós também temos a certeza, em Cristo,  de que iremos para a Canaã Celestial quando deixarmos esta vida, este corpo. Será, então, o tempo do nosso descanso dos sofrimentos deste mundo, o tempo da nossa redenção.

PONTO-CRUZ (use este PC aqui)  – O que é isso?
Cristo morreu para nos salvar e nos levar para a Canaã Celestial: “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”. (João 14:3)

2) TESTEMUNHAR AOS FILHOS QUE DEUS É FIEL (Gn 48.3-4)

“Aí disse a José: —O Deus Todo-Poderoso me apareceu na cidade de Luz, lá na terra de Canaã, e me abençoou. Ele me disse: ‘Eu farei com que você tenha muitos filhos, e os seus descendentes formarão muitas nações. Eu darei esta terra aos seus descendentes para ser propriedade deles para sempre’. ”

Não importa quantos anos haviam se passado desde a primeira vez que Deus lhe fez A Promessa, nem importa se fazia muitos anos que Deus não falava com ele, o que de fato importa é que DEUS É FIEL e não se esquece das suas promessas. E os seus filhos precisavam saber disso. Deus não é uma ideia, uma doutrina, uma religião. Deus é Real e é Fiel.

Os nossos filhos também precisam saber que Deus é fiel. Mas, ao contrário de Jacó, a maioria de nós não sabe quando vai morrer, por isso é importante testemunharmos constantemente da fidelidade de Deus para os nossos filhos, parentes e amigos.

3) REPARTIR A HERANÇA, REPREENDER E ABENÇOAR (Gn 48.21-22)

“Aí disse a José: —Como você está vendo, eu vou morrer. Mas Deus estará com vocês e os levará de volta para a terra dos seus antepassados” (Gn 48.21)… Jacó chamou os seus filhos e disse: —Fiquem em volta de mim, e eu lhes direi o que vai acontecer com vocês no futuro. Fiquem reunidos em volta de mim para ouvir, filhos de Jacó; escutem o que diz Israel, o seu pai.” (Gn 49.1-2)… “São essas as doze tribos de Israel, e foram essas as palavras que o pai disse aos seus filhos quando os abençoou; a cada um deu uma bênção especial.” (Gn 49.22)

Jacó reúne seus filhos aos pés da cama, distribui (pela fé) o território que cada um receberá quando Deus cumprir a Sua Promessa de levá-los de volta paraa Canaã, repreende alguns (Rúben, Simeão e Levi) e abençoa a todos eles, porém, mesmo para os que foram repreendidos, o simples fato de estarem presentes diante do pai neste momento significou muito para eles, tanto naquele dia, como no decorrer da história.

Este foi um momento muito comovendo e extremamente propício tanto para repreender como para abençoar (a repreensão também é uma forma de abençoar, pois revela o amor de quem cuida: Provérbios 3.12). O ser humano aprende com mais facilidade quando há afeto envolvido. Vamos nós também aproveitar cada momento da vida para repreender e abençoar os nossos filhos, pois não sabemos quando será o nosso último momento com eles.


CONCLUSÃO

Em seus últimos momentos, quando ele sentiu que ia morrer, Jacó expressa seu desejo de ser levado de volta para Canaã, divide a herança entre os filhos, repreende alguns deles e abençoa a todos. 

E você, já tem filhos? Se soubesse que iria morrer hoje, o que diria e faria por eles?

 

Título: Ele sentiu que ia morrer
Autor: Pr Ronaldo Alves Franco
Site do Pastor
Data: 07/03/2021

Deixe seu comentário logo abaixo.

Veja também nossos Artigos

Ele sentiu que ia morrer

Antes de mais nada, instrumento de vossa paz. Acima de tudo, o amor.  Antes de mais nada, instrumento de vossa paz. Acima de tudo, o amor. Enquanto houver desespero, a esperança. Portanto, que eu leve o amor.  

1 Comentário em “Ele sentiu que ia morrer”

  1. Sidney Ribeiro Balut

    Todos nós deveríamos fazer a obra de Deus como se fosse a última coisa que estivéssemos fazendo neste mundo e que logo depois iríamos morrer.

    Não é concebível um cristão,um obreiro,um pregador fazer a obra de Deus com as suas próprias coisas funcionando de maneira manca.A vida familiar tem de funcionar bem,sua vida pessoa tem de ser ilibada e,se tem empresa,esta deve funcionar conforme as leis,divinas e humanas.

    Se o homem é o sacerdote do lar,ele deve agir de modo que toda a sua família seja beneficiada antes de partir para pregar o Evangelho.Caso contrário,seus próprios familiares vão testemunhar negativamente dele dizendo:

    __De que adianta pregar o Evangelho se ele não é bom para nós?

    “Põe em ordem a tua casa,porque morrerás,e não viverás”(2 Rs 20.1b).Todo cristão já é considerado morto para este mundo.E o inimigo tenta nos matar a todo instante.Sendo assim,nossas ações devem ser as melhores a cada instante!Ordem e decência fazem parte do culto de um homem a Deus.Então sua família deve funcionar ordeiramente para o bem de todos.A vida do pregador deve funcionar ordeiramente também,e não de maneira atabalhoada,de maneira bagunçada.

    Mesmo as pequenas coisas devem ser feitas de maneira séria e objetiva para que tudo funcione bem para alegria de todos e agrado aos olhos do SENHOR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.