Depois da tempestade

DEPOIS DA TEMPESTADE
Gênesis 9.1-17
O Deus que nos renova – Sl 51:10
Introdução: Certamente, todo recomeço é difícil e, por vezes, traumático, sobretudo depois da tempestade, quando se tem que sair “do zero”. Portanto, para terem ânimo para recomeçar — sem o medo de que as tempestades voltem e destruam tudo de novo — Deus supre Noé e sua família com GARANTIAS (espirituais, emocionais, físicos, morais etc.): 

a) UMA BÊNÇÃO RENOVADA PARA A FAMÍLIA (9.1a).
     Em primeiro lugar, Deus sabe que para Noé a família é acima de tudo, abaixo apenas do próprio Deus.

b) UMA CERTEZA RENOVADA DE UM FUTURO MELHOR (9.1b).
     Certamente, esta garantia, de uma descendência próspera, é fundamental para Noé.

c) UMA PROTEÇÃO À VIDA TOTALMENTE RENOVADA (9.2-7).
    – Será punido quem maltratar os animais.
    – Será punido quem cometer homicídio. 

d) UMA RENOVADA ALIANÇA DE DEUS (9.8-17).

     – Aliança: Não ocorrerão novos dilúvios.
     – Garantia: O arco-íris.
PONTO-CRUZ   (use este PC aqui)   – O que é isso? 
A nova aliança com Deus é o sangue de Cristo: “E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; porque isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados”. (Mateus 26:27,28)
CONCLUSÃO:
Deus sabe que sem garantias é muito difícil recomeçar, por isso Ele supre Noé e sua família com todas as garantias de que eles precisam neste momento tão difícil e desafiador.


Título: Depois da Tempestade
Autor: Pr Ronaldo Alves Franco
Data: 23/05/2020

Visite também nossos Artigos

Depois da tempestade

Deixe seus comentários logo abaixo.

Antes de mais nada, Senhor.
Antes de mais nada, Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz.
Acima de tudo, onde houver ódio, que eu leve o amor.
Discórdia, que eu leve a união.
Em síntese, onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erros, que eu leve a verdade.

Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Desespero, que eu leve a esperança.
Tristeza, que eu leve a alegria.
Trevas, que eu leve a luz.

Ainda mais, ó Mestre, fazei com que eu procure mais consolar,
que ser consolado.
Antes de tudo, compreender, que ser compreendido.
Do mesmo modo, amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
Bem como, é perdoando, que se é perdoado.
Mas é morrendo que se vive para a vida eterna.
Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.

Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Desespero, que eu leve a esperança.
Tristeza, que eu leve a alegria.
Trevas, que eu leve a luz.

Ainda mais, ó Mestre, fazei com que eu procure mais consolar,
que ser consolado.
Antes de tudo, compreender, que ser compreendido.
Do mesmo modo, amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
Bem como, é perdoando, que se é perdoado.
Mas é morrendo que se vive para a vida eterna.
Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.

1 Comentário em “Depois da tempestade”

  1. Sidney Ribeiro Balut

    Começar de novo é sempre um ensino da Bíblia!Se a Palavra de Jesus nos ensina a perdoarmos 70×7,significa que o ‘outro’ se arrependeu 70×7,ou seja,se arrependeu muitas vezes e começou de novo outras tantas vezes.
    Nós estamos sempre em busca da perfeição,embora saibamos que não a atingiremos nesta vida,mas devemos sempre nos esforçar sinceramente para sempre recomeçarmos de novo,cada vez que constatarmos que não conseguimos ser perfeitos.
    Muitas vezes,as tempestades em nossas vidas nos mostram que não conseguimos ‘passar no teste’ nos momentos da pressão.
    É por isso que as misericórdias do SENHOR se renovam em nossas vidas.E ,nesse processo,vamos sendo amadurecidos e aperfeiçoados.
    Glória a Deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.