De uma mesma família saem filhos diferentes

DE UMA MESMA FAMÍLIA SAEM FILHOS DIFERENTES
Gênesis 4.1-26
Deus nos dá livre arbítrio – Dt 30:19,20
Introdução: De uma mesma família saem filhos diferentes. Cada pessoa é única e elabora a sua vida como a deseja, por isso, desde o início do mundo, sabemos que filhos criados de uma mesma maneira podem escolher CAMINHOS totalmente diferentes uns dos outros, cada um conforme as suas próprias escolhas. 


a) ABEL, O FILHO PIEDOSO (4.1-2,4). 

    Ele é um pastor que, de forma obediente, oferece um sacrifício aceitável a Deus.
PONTO-CRUZ   (use este PC aqui)   – O que é isso?
As circunstâncias da morte de Abel são uma prefiguração do sacrifício de Jesus, mas o sangue de Jesus é “mais eloquente que o sangue de Abel”
(Hebreus 12.24), porque não se limita a clamar por vingança, mas oferece a todos perdão e salvação.

b) CAIM, O FILHO ÍMPIO (4.3-26).
     Apóstata (4.3), Cheio de ódio (4.5-7), Assassino (4.8-16), Amaldiçoado (4.9-12), Covarde (4.13-16), “Pai” de uma sociedade tão ímpia quanto ele (4.17-24).

c) SETE, O FILHO SUBSTITUTO (4.25-26).
     Eva dá à luz um terceiro filho, a quem Deus permite que ocupe o lugar de Abel, que fora assassinado pelo seu irmão.


CONCLUSÃO
:

Desde o início podemos verificar esta verdade tão inquietante: De uma mesma família saem filhos diferentes uns dos outros. Uns para o bem, outros para o “nada” e, outros, para o mal. Deus nos dá o livre arbítrio, que tal escolhermos o caminho da vida?
 

Título: De uma mesma família saem filhos diferentes
Autor: Pr Ronaldo Alves Franco
Site do Pastor
Data: 09/05/2020

Visite também Artigos

de uma mesma família saem filhos diferentes

Antes de mais nada, Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz.
Acima de tudo, onde houver ódio, que eu leve o amor.
Discórdia, que eu leve a união.
Em síntese, onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erros, que eu leve a verdade.
Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Desespero, que eu leve a esperança.
Tristeza, que eu leve a alegria.
Trevas, que eu leve a luz.

Ainda mais, ó Mestre, fazei com que eu procure mais consolar,
que ser consolado.
Antes de tudo, compreender, que ser compreendido.
Do mesmo modo, amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
Bem como, é perdoando, que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Do mesmo modo, tudo, ó Cristo, a Ti entrego
Sim, por Ti darei!
Resoluto, mas submisso.
Contudo, sempre, sempre, seguirei!

Igualmente, a Ti entrego.
Corpo e alma, eis aqui!
Logo, este mundo mau renego.
Acima de tudo, ó Jesus, me aceita a mim!

Em outras palavras, tudo entregarei!
Entregarei!
Sim, por ti, Jesus bendito.
Por fim, tudo deixarei!

Dessa forma, tudo, ó Cristo, a Ti entrego.
Oh, que gozo, meu Senhor!
Em contrapartida, paz perfeita, paz completa!
Glória, glória ao Salvador!
Da mesma forma, tudo deixarei.

4 Comentários em “De uma mesma família saem filhos diferentes”

  1. Sidney

    Por que o sangue de Jesus é mais apropriado do que o de Abel?Porque Jesus é Deus!É o Filho!
    Jesus é a resposta de Deus ao problema da existência do mal no mundo!Ele é a solução de tudo o que está errado,tanto no universo quanto no ser humano.
    Deus não quis entrar no universo e sair atirando fogo santo contra tudo o que é maligno.Em Sua infinita sabedoria,Ele escolheu a obra de Cristo na cruz.
    Deus O instituiu Juiz de tudo neste mundo:”Porquanto[Deus] estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça por meio de um varão que destinou e acreditou dianate de todos ,ressuscitando-o dentre os mortos”(At 17.31).

  2. Sidney Ribeiro Balut

    O homem não foi feito para ser solitário.Em geral,homem solitário não tem alegria na alma.Nós fomos criados para viver em família.”Não é bom que o homem esteja só”(Gn 2.18a).Esse é o projeto de Deus.Aliás,Deus planejou uma grande família no céu.O que vivemos aqui na Terra,vida em família, é um ensaio,um treino para a vida celestial.Mas,por mais amor que damos a nossos filhos,por mais padronizada e igualitária educação que damos aos nossos filhos,eles reagem de maneira diferente uns dos outros e tomam decisões que nem sempre agradam aos corações dos pais.Não sabemos explicar isso.Nosso dever é fazer o bem a todos,sem acepção,dar amor,carinho,cuidados,zelos,bons exemplos,educação,sustento,testemunhar,orientar e orar,clamando a Deus pela vida dos filhos.E cada um tem a responsabilidade individual de decidir entre o bem e o mal.”Escolhei hoje a quem sirvais”(Js 24.15a).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.