Vidas secas

VIDAS SECAS

Certa vez um assaltante deu voz de assalto a uma senhora:
– A bolsa ou vida, disse ele.

Sem alterar seu semblante, ela respondeu:
– Pode escolher, moço, pois tanto a minha bolsa quanto a minha vida estão vazias.


O coração alegre serve de bom remédio;
mas o espírito abatido seca os ossos.

Provérbios 17.22


Colaborador:  Pr H. M.
Fonte: O MENSAGEIRO, edição 2006,  pg 18.
Agradecemos à Associação Menonita Beneficente que tão gentilmente autorizou-nos a publicação deste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *