Ser pequeno não é defeito

 SER PEQUENO NÃO É DEFEITO

          Diante das inúmeras dificuldades da vida, muitas vezes nos sentimos tão pequenos, não é mesmo? Parece que o mundo quer nos engolir vivos. Ficamos inseguros, estressados e na defensiva o tempo todo.

         Mas, ser pequeno não é tão ruim quanto parece, nem é defeito. Na verdade há algumas vantagens que só os pequenos têm. Se você se lembrar que até os leões e seus filhotes passam fome na época da estiagem, mas, que para os pequenos animais nunca falta alimento, irá concordar comigo.

Contudo, apesar destas vantagens, o simples fato de ser pequeno não garante a felicidade para o ser humano: é preciso saber viver.

         E saber viver é o conceito bíblico para a palavra SABEDORIA. Falando em sabedoria, de imediato nossa mente nos remete ao Livro de Provérbios, pois é lá que se encontram os mais preciosos conselhos para quem quer viver bem:

          “Há quatro coisas mui pequenas na terra que, porém, são mais sábias que os sábios: as formigas, povo sem força; todavia, no verão preparam a sua comida; os arganazes, povo não poderoso; contudo, fazem a sua casa nas rochas; os gafanhotos, não têm rei; contudo, marcham todos em bandos; o geco, que se apanha com as mãos; contudo está nos palácios dos reis”. (Provérbios 30.24-28)

SER PEQUENO NÃO É DEFEITO,
mas, para viver de bem com a vida e com Deus…

 1)   É PRECISO APRENDER A POUPAR (como as formigas)
         Comparadas à raça humana, as formigas são muito pequeninas, mas são espertas: trabalham apenas metade do ano, depois descansam e curtem os frutos do seu trabalho.

         Há muitas pessoas que trabalham a vida inteira e nunca irão descansar e aproveitar os frutos do seu trabalho, porque não sabem poupar, não se preparam para o “inverno”.

         São pessoas infelizes, semelhantes àqueles criminosos que foram condenados a trabalhos forçados até o fim da vida. Passam metade da vida reclamando da outra metade.

 

2) É PRECISO APRENDER A SE DEFENDER (como os arganazes)

Comparada aos países desenvolvidos, a comunidade destes pequenos roedores, os arganazes, é chamada pela Bíblia de “povo não poderoso”.

Enquanto os povos poderosos constroem abrigos no interior de montanhas, ao custo de bilhões de dólares, os arganazes, devido ao seu pequeno tamanho, gozam do mesmo tipo de proteção, apenas fazendo suas casas nas fendas das rochas.

Não importa o tamanho da sua casa, transforme-a num lugar seguro para você e para sua família: segurança física, emocional e espiritual.

 

3) É PRECISO APRENDER A TRABALHAR EM EQUIPE
(como os gafanhotos)

A Bíblia nos chama a atenção para o fato de que os gafanhotos não têm um rei, alguém que os comande em seus pousos e decolagens; “contudo, marcham todos em bandos”.

Muitas pessoas só “funcionam” se alguém estiver lhe dando ordens. Parece que vieram ao mundo apenas para serem comandadas. São incapazes de formar um time, uma equipe. São incapazes de dar sua contribuição de forma espontânea. Jamais se dão conta do destino e dos objetivos do seu grupo, a não ser que alguém lhes chame a atenção.

4) É PRECISO APRENDER A SER ÚTIL (como os gecos)

Os gecos são as nossas conhecidas lagartixas.

Hoje em dia ninguém mais que saber de ter lagartixas em sua casa, mas antigamente não era assim. As lagartixas eram bem-vindas nas casas, pois elas comem as moscas, as aranhas, os insetos. São verdadeiras faxineiras biológicas.

         A Bíblia nos fala que esses frágeis bichinhos, que podem ser facilmente apanhados com a mão, tinham o privilégio de morar nos palácios dos reis. Há aqui uma grande lição para nós: Ser pequeno não é defeito, mas, ser inútil é imperdoável.

         Aprenda a ser útil e você sempre será bem-vindo nos palácios. Nunca lhe faltará trabalho ou emprego (e bons empregos). Nunca faltarão oportunidades de crescimento, prosperidade, estabilidade. Basta tornar-se útil para os “reis”.

 

         É, a Bíblia é fonte de inesgotável sabedoria. Ela tira de nós o medo de ser pequeno, liberta-nos da escravidão do materialismo, que quer nos obrigar a gastar uma vida inteira tentando ser “grande” e, de quebra, ainda nos ensina a viver.

 Para viver feliz, basta:

–         APRENDER A POUPAR

–         APRENDER A SE PROTEGER

–         APRENDER A TRABALHAR EM EQUIPE

–         APRENDER A SER ÚTIL

Não se sinta inferior por ser pequeno.

Ser pequeno não é defeito.

Aprenda a viver de bem com a vida e com Deus.

 

    Deus seja louvado!

 

 

Autor: Pr Franco

8 Comentários em “Ser pequeno não é defeito”

  1. Carlos Alberto

    Maravilhosa mensagem, gostei muito, sigo este Site

    , me edifica bastante, Carlos Alberto

    Não tenho e

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *