Seja hospitaleiro

seja hospitaleiro

SEJA HOSPITALEIRO
I Pedro 4.8-10

É especialmente nesses últimos dias, em que o estresse está alto demais e a maioria das pessoas se tornou egoísta, esquecendo-se de amar o próximo, que Deus nos conclama para sermos hospitaleiros.

Hospitaleiro: Adj. Que hospeda por bondade ou caridade. Que acolhe (visitas, hóspedes) com satisfação. seja hospitaleiro

De que MANEIRAS eu posso ser verdadeiramente hospitaleiro?

1. TENDO ARDENTE AMOR UNS PARA COM OS OUTROS ­(vs. 8).
O amor é acima de tudo, e ele será ainda 
mais necessário à medida em que o fim se aproxima. Por quê? Porque as pressões, tensões e tribulações destes últimos dias colocarão os relacionamentos sob tremendo estresse. No entanto, será exatamente nestes dias difíceis que nós mais precisaremos uns dos outros. E o mundo estará observando para ver se somos reais.

Pois o amor cobre multidão de pecados (vs. 8). Quem ama, abraça o pecador, cheio de pecados e erros e o ajuda a se limpar­ e a se purificar de todas as suas sujeiras. Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos.

Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-­lhe o coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? (I Jo 3.16­-17). seja hospitaleiro

2. ACOLHENDO UNS AOS OUTROS (vs. 9a)
Sendo hospitaleiros uns para com os outros.
Acolhei­-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para a glória de Deus (Rm 15.07). seja hospitaleiro

3. SEM MURMURAÇÃO
Porém ao povo Josué tinha dado ordem, dizendo: Não gritareis, nem fareis 
ouvir a vossa voz, nem sairá palavra alguma da vossa boca até ao dia que eu vos diga: Gritai. Então gritareis (Josué 6.10).

­ Tem hora certa de abrir a boca e quando chega essa hora não é para maldizer, mas gritar e avançar contra o inimigo que quer destruir nossos irmãos e nossos relacionamentos. seja hospitaleiro

4. ADMINISTRANDO AOS OUTROS O DOM QUE RECEBEU
Cada um administre aos outros o dom como o 
recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus (1 Pedro 4.10).

Deus nos dá dons não para colecionarmos ou aumentarmos nosso currículo eclesiástico, mas para que outros sejam abençoados.

Triste é o irmão de posses que o fecha seu coração e sonega ajuda aos irmãos necessitados, pois quando precisar dos dons espirituais que Deus dá aos pobres poderá não ter a devida reciprocidade. seja hospitaleiro

CONCLUSÃO:
Justamente nos dias em que seu estresse está alto e há pecados que precisam ser 
cobertos e razões para murmurar são abundantes — mas, justamente em tais dias, Pedro diz, que o que precisamos é praticar hospitalidade. Nossos lares precisam estar abertos porque nossos corações estão abertos. E nossos corações estão abertos porque o coração de Deus está aberto a nós. seja hospitaleiro

Autor: Pr Luis Fernando Matoso – 05/09/2015.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *