Prova de fogo!

prova de fogo

PROVA DE FOGO

Um ferreiro, depois de viver toda a sua vida entregue à libertinagem, decidiu servir a Deus. Ele passou a viver em função da sua fé, trabalhando com afinco na obra do Senhor, mas sua situação pessoal ia de mal a pior, a ponto de um amigo lhe falar:
– É realmente estranho que, justamente depois de você ter-se tornado crente, as dificuldades em sua vida aumentaram. Eu não pretendo enfraquecer sua fé, mas, honestamente falando, nada melhorou para você.

O ferreiro não respondeu imediatamente, mas pediu a Deus entendimento do assunto, pois queria uma resposta, para si e para seu amigo. A resposta veio, exatamente quando seu amigo voltou a visitá-lo e o observava enquanto malhava o ferro e então disse:

    – O aço chega às minhas mãos ainda não trabalhado e eu preciso transformá-lo na ferramenta desejada; primeiro, eu o aqueço a uma temperatura muito alta, em seguida, sem qualquer piedade, pego o martelo mais pesado e aplico vários golpes nele, até que comece a adquirir a forma planejada, depois o mergulho rapidamente em um tanque de água fria e a oficina inteira se enche com o barulho do vapor, enquanto a peça estala e grita por causa da súbita mudança de temperatura. Tenho que repetir este processo até conseguir o formato final, pois apenas uma vez não é suficiente.

     – Às vezes, o aço não aguenta esse tratamento e fica todo rachado, é reprovado e eu o coloco no monte de ferro velho que você viu na entrada da loja. Sei que Deus está me provando com fogo. Não é fácil, mas tenho aceitado as Suas marteladas, pois sei que Deus está me moldando. Só Lhe peço que jamais desista de mim, até que eu consiga tomar a forma que Ele espera, pois não quero ser colocado no monte de ferro velho da alma.


Exultai, ainda que agora por um pouco de tempo, sendo necessário, estejais contristados por várias provações, para que a prova da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo.
I Pedro1.6-7

Colaborador: A. A. P.
Fonte: O MENSAGEIRO, edição 2006, pg 10.
Agradecemos à Associação Menonita Beneficente que tão gentilmente autorizou-nos a publicação deste artigo.

PROVA DE FOGO. PROVA DE FOGO. PROVA DE FOGO. PROVA DE FOGO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *