Pela fé ou pela fala

PELA FÉ OU PELA FALA?

George Müller (1805-1896) foi, por 60 anos, diretor de um orfanato na cidade inglesa de Bristol.

Ele tinha a convicção de que não deveria sair pedindo dinheiro às pessoas, mas diretamente a Deus.

Resultado: nunca lhe faltaram os recursos para sustentar os 10.000 órfãos que por ali passaram ao longo dos 60 anos da direção de Müller.

Nunca precisou se preocupar nem se desesperar. E ainda nos deixou a lição num trocadilho:
– O início da ansiedade é o fim da fé; e o início da verdadeira fé é o fim da ansiedade.


O justo viverá pela fé.
Romanos 1.17

Autor: João Soares da Fonseca
Fonte:  Revista Compromisso/3º Trim-2001
Enviado pelo colaborador: Wilson B. Vasconcelos

1 Comentário em “Pela fé ou pela fala”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *