Papai do céu

PAPAI-DO-CÉU…

Na hora da refeição, os pais pedem ao filhinho que agradeça a Deus pela comida.

Todos fecham os olhos, menos o menino, que, com os cotovelos apoiados na mesa e as maozinhas sobre a testa, observa cada alimento, enquanto “ora”:

– Papai-do-céu, muito obrigado pelo arroooozz, muito obrigado pelo feijããããoo, muito obrigado pela carne…

De repente ele pára, gira a cabeça de um lado para outro em sinal de discordância, e conclui:
– Pela abobrinha, não! Amém.

[risos]


Quando eu era menino, pensava como menino;
mas, logo que cheguei a ser homem,
acabei com as coisas de menino.

I Coríntios 13.11


Autor: desconhecido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *