Olhe para o céu!

OLHE PARA O CÉU

A edição nr. 5 da Revista LA TROMBETA traz o relato da conversão a Cristo do Pr Mendoza Taylor:

Aos 18 anos ingressou na marinha colombiana e serviu durante 15 anos como capitão dos navios de guerra. Depois trabalhou em embarcações comerciais.

Certo dia, atracado no porto de Nova Iorque, um estranho deu-lhe uma Bíblia, que passou a ler os dias em seu camarote.

Na noite de 31 de Dezembro de 1960, ele estava sentado no terraço da sua casa em Barranquilla, Colômbia, com várias garrafas de bebidas alcoólicas, quando uma mão invisível o agarrou no braço e o levou até o fundo do seu terreno. A visão foi tão terrível que Mendonza começou a chorar e disse: “Senhor, ajuda-me, estou sem esperança”.

No mesmo momento lembrou-se de uma palavra da Bíblia: “olhe para os céus” (Gênesis 15.15). E lá viu sua estrela predileta, que conhecia como marinheiro, e sentiu nisto uma resposta do Senhor.

O velho pastor recorda dizendo: “Naquele momento, o Espirito Santo de Deus tocou meu coração e caí de joelhos, pedindo perdão de meus pecados. O céu e a terra se fundiram em uma só coisa, tanto me inundava a glória de Deus. E neste momento passaram a habitar em mim, o Pai, o Filho e o Espirito Santo”.

 Ao levantar de sua oração todos os sinos estavam tocando em Barranquilla, anunciando a chegada do ano de 1961. E ele diz: “Minha vida mudou totalmente e imediatamente deixei de beber”.

No dia seguinte já não provei mais a bebida alcoólica. Entrei em meu escritório e os jovens disseram para mim: “Escolha tua garrafa favorita”, mas eu respondi: “Não, aquele Mendoza de quem vocês estão falando morreu. Desde agora sou um novo homem”.
Colaborador: Mário Hort
Fonte: O MENSAGEIRO, edição 2005, pg. 26.

Agradecemos à Associação Menonita Beneficente que tão gentilmente autorizou-nos a publicação deste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *