O menino e o Imperador

O MENINO E O IMPERADOR

Um menino estava sentado junto ao portão que dava acesso à propriedade de seu pai, quando Napoleão se aproximou com seus homens e queria cruzar aquela propriedade, porém, o menino o impedia.

Zangado, o Imperador gritou com ele:
“Menino, eu sou Napoleão Bonaparte, o Imperador. Abra este portão!”.

Muito educado, o menino tirou o chapéu, e perguntou? “O senhor vai querer que eu desobedeça meu pai? Este portão está fechado, aqui ninguém passa, conforme meu pai determinou!”.

Napoleão virou-se para seus generais e disse: “Dêem-me mil homens como este, e conquistarei o mundo todo”, e foi-se por outro caminho.

Importa antes obedecer a Deus
que aos homens!
Atos 5.29


Autor: Mário Hort
Fonte: O MENSAGEIRO, edição 2005, pg. 42.
Agradecemos à Associação Menonita Beneficente que tão gentilmente autorizou-nos a publicação deste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *