Nem tudo que reluz é vidro

NEM TUDO QUE RELUZ É VIDRO

Um homem esperava para atravessar uma avenida quando um brilho na grama em que pisava chamou sua atenção. Deu uma olhada sem se abaixar e pensou: “Nem tudo que reluz é ouro… deve ser apenas um belo caco de vidro”, e foi-se embora.

Logo depois, outro homem, na mesma situação, abaixou-se, pegou a pedra meio suja e desconfiou que podia ter algum valor. Levou-a até um joalheiro de sua confiança, que, após limpá-la e restituir-lhe o brilho, informou-lhe tratar-se de um belíssimo e valioso diamante.


Há ouro e abundância de pedras preciosas;
mas os lábios do conhecimento
são jóia de grande valor.

Provérbios 20.15

www.SitedoPastor.com.br

Autor: Desconhecido
Colaborador: Renato Antunes Oliveira
Extraído do site: www.contandohistorias.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *