Mande dinheiro!

MANDE DINHEIRO!

O aumento das despesas com a faculdade e a estadia estouraram seu orçamento do mês e ele se viu obrigado a pedir ao pai que lhe enviasse um extra.

Como a família morava num sítio retirado, sem telefone, internet ou qualquer outro tipo de comunicação rápida, resolveu enviar um telegrama, porém, tinha tão pouco dinheiro que só deu para pagar uma frase: “Pai, mande dinheiro!”.

Ao receber a mensagem, o velho ficou irado e praticamente jogou o telegrama na cara da mulher: – Olha, aí, muié, o jeito desse teu filho: “Pai, mande dinheiro!”, ele tá pensando o quê, que eu sou banco?

A esposa, pacientemente leu o telegrama e repreendeu seu marido: – Que é isso, meu véio… você tá precisando trocar os óculos. Não está escrito nada disso aqui.

Ele, surpreso, tomou o papel da mão dela, releu a mensagem e, num tom de ironia e sarcasmo, retrucou: – Você tá cega, muié? Tá aqui, ó: “Pai, mande dinheiro!”. Moleque desaforado!

Ela pegou o telegrama novamente e, de um jeito manso e em voz macia e cheia de amor, falou do jeitinho que seu filho amado falaria, se estivesse ali: – Pai, mande dinheiro…

E o coração do homem amoleceu.

 


Ele converterá o coração dos pais aos filhos,
e o coração dos filhos a seus pais.

Malaquias 4.6

www.SitedoPastor.com.br


Autor desconhecido
Recontada por Ronaldo Alves Franco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *