Lições de um casal mentiroso

lições de um casal

LIÇÕES DE UM CASAL MENTIROSO
Atos 5.1-11

Propósito Geral: Consagratório.
Tema Específico: A história de Ananias e Safira.

Ideia Central do Sermão:
ATÉ MESMO OS MENTIROSOS PODEM NOS ENSINAR PRECIOSAS LIÇÕES

Lições de um casal mentiroso.

Temos aqui a incrível história de um casal que deu uma oferta generosa na igreja e,no mesmo dia, ambos acabaram numa sepultura.
– Quais lições podemos tirar desta história?

1. UM DIA A CASA CAI
Este casal vivia na mentira:
# Em casa, não tinha vergonha na cara; na igreja, “cara de santo”.
# Em casa, eram safados, mal intencionados; na igreja, aparência de fiel.
# Em casa, eram maliciosos; na igreja, “piedosos”.

Eles se esqueceram do Salmo que diz que os ímpios não subsistirão na congregação dos justos (Sl 1.5).
Eles também se esqueceram de que “nada ficará encoberto”.

Se é certo que a mentira tem perna curta, diante Deus, então, nem perna ela tem.
Cuidado hipócritas mentirosos, um dia a casa cai… e grande será a sua ruína (Mt 7.26-27).

Lições de um casal mentiroso.

2. ENGANOSO É O CORAÇÃO
Ninguém era obrigado a vender suas propriedades e levar o dinheiro para os apóstolos, por que, então, eles fizeram este “sacrifício”?
Se estudarmos o parágrafo imediatamente anterior, podemos deferir que Ananias e Safira, conscientemente ou não, queriam ser reconhecidos e honrados pelos Apóstolos, tal como Barnabé o foi.

Em outras palavras, deixaram-se enganar pelo próprio coração.

Quem sabe eles até botaram uma máscara sobre o que estavam fazendo e convenceram-se a si mesmos estar fazendo algo para Deus, mas, no fundo, eles estavam investindo em si mesmos. Eles não fizeram um “sacrifício” para Deus, mas, sim, em benefício próprio , para alcançar alguma graça, favor ou posição de destaque na igreja.

Seguiram o próprio coração e acabaram no buraco, pois “enganoso é coração, mais do que todas as coisas” (Jr 17.9).

Cuidado, vocês que vivem seguindo o coração! Melhor seguir a Palavra de Deus.

Lições de um casal mentiroso.

3. PIOR QUE NÃO FAZER NADA PRA DEUS, É FINGIR QUE FAZ
Eles foram condenados não por que deixaram de trazer o dinheiro à igreja, nem foram condenados por que trouxeram só uma parte, pois, como disse Pedro, o imóvel era deles e podiam trazer o que quisessem ou até mesmo não trazer nada.

Ele foram condenados por que fingiram estar entregando tudo. Fingiram um ato de altruísmo. Fingiram um ato de bondade. Fingiram um ato de renúncia.

Não fazer nada para Deus é um erro gravíssimo que devemos evitar, pois “a árvore que não dá fruto será cortada”, no entanto, mais grave que não fazer nada é fingir que faz.

# Crentes que deixam o celular ligado enquanto “cultuam” a Deus, estão fazendo a mesma coisa.
# Crentes que só pegam na Bíblia ou na revista da escola bíblica só na hora de ir à igreja, estão fazendo a mesma coisa.
# Crentes que só oram na igreja, estão fazendo a mesma coisa
# Crentes que levantam a mão e dizem amém aos desafios apresentados pelo pastor, mas, na hora de contribuir desaparecem, estão fazendo a mesma coisa.
# Crentes que “encolhem” os seus dízimos, estão fazendo a mesma coisa.
# Crentes que dão migalhas na hora das ofertas, estão fazendo a mesma coisa.
# Crentes que não evangelizam jamais, mas “choram” em público pelos perdidos, estão fazendo a mesma coisa.

Cuidado, hipócritas, uma sepultura espiritual também os aguarda.

Lições de um casal mentiroso.

Conclusão
Até do desastre que se abate sobre os mentirosos podemos tirar lições.

Lições de um casal mentiroso.

Deus seja louvado!

Autoria: Pr Franco
Data: 10.12.2013