PAI-NOSSO

- "Pai-Nosso que estais nos céus..."

- Pois, não?

- Psssiu, por favor, não me interrompa, estou rezando!

- Mas, você me chamou!

- Chamei? Eu não chamei ninguém. Estou apenas rezando.
 
"Pai-Nosso que estais nos céus..."

- Aí, você me chamou de novo.

- Fiz o quê?

- Você me chamou de novo! Eu escutei. Você disse: "Pai nosso que estais no céu". Sou Eu!

- Desculpe-me, não quis incomodá-lo. Estava apenas rezando. Faço isso todos os dias. Sinto-me bem fazendo isso. Não me leve a mal, mas gostaria de terminar minhas preces sem ser interrompido novamente. Ok?

- Ok! Sem problemas.

- "Pai-Nosso que estás nos céus,
   santificado seja o vosso nome;
   venha a nós o vosso reino,
   seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu;
   o pão nosso de cada dia nos dá hoje;
   e perdoa-nos as nossas ofensas,
   assim como nós também temos perdoado a quem nos tem ofendido;
   e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal. Amém."

- Bonito!

- Gostou, mesmo?

- Sim, é claro. Foi meu Filho quem ensinou estas palavras aos seus discípulos. Mas, você já pensou o que estas frases significam?

- Pra ser sincero, não. É apenas uma reza.

- Não é apenas uma reza. Estas palavras podem lhe ensinar o caminho da vida eterna. Por exemplo, quando você diz "Pai nosso", significa que existe aí, na face da Terra, uma família de Deus. Entendeu?

- Sim, entendi.

- Entendeu a frase ou as implicações dela? O "pão nosso", por exemplo, significa que o pão não é exclusividade de ninguém. Quem tem deve repartir com quem não tem.

- Olhe, tudo isso é muito interessante, mas, estou com um pouco de pressa agora. Quem sabe numa outra hora? Preciso terminar minhas orações. Eu sempre rezo duas vezes. Com licença. "Pai-Nosso que estais nos céus..."

 


E, orando, não useis de vãs repetições,
como os gentios; porque pensam que
pelo seu muito falar serão ouvidos.

Mateus 6.7


Autor desconhecido.
Colaborador: Elaine F. Macedo
Recontada pelo Pr Ronaldo Alves Franco