FAL - FUZIL AUTOMÁTICO LEVE

Quando servi o exercito em Goiânia, no primeiro Pelotão Operacional, em 1974, houve um época em que meu superiores planejavam descontar do meu soldo as munições que eu errava nos exercícios de tiro ao alvo.

Eles pensavam que eu errava de propósito, pois nunca conseguia acertar nada.

Um dia eu descobri que a minha arma estava com dois defeitos. Era um FAL – Fuzil Automático Leve - com o regulador de gás danificado e as raias da superfície interna defeituosas.

Quando passei a usar outro fuzil, comecei a acertar.

Errar nunca foi a minha meta, pois, um verdadeiro soldado nunca quer errar.



Prossigo para o alvo,
pelo prêmio da soberana vocação
de Deus em Cristo Jesus.

Filipenses 3.14

www.SitedoPastor.com.br


Autor: Pr João Ferreira da Costa.