Esqueceram de mim

esqueceram de mim

ESQUECERAM DE MIM

Um dos maiores pesadelos dos pais aconteceu com minha família quando eu tinha apenas 4 anos de idade.

Eu, meus 3 irmãos, meu pai e minha mãe, estávamos viajando num daqueles roteiros do interior em que o ônibus pára em todos os vilarejos e cidadezinhas da região quando, numa destas paradas, desci sozinho do ônibus, e ninguém percebeu.

Como estávamos ocupando três bancos, o pai pensou que eu estava com a mãe, e vice-e-versa. E, assim, eles viajaram cerca de 20 ou 30 quilometros, numa horrível estrada de terra. Quando se deram conta de que eu não estava à bordo, fizeram o motorista voltar o mais rápido que pode, em meio aos lamentos, suspiros, lágrimas e palpitações de minha mãe.

Tenho muitas lembranças da minha infância, mas deste fato em particular eu não me lembro de nada. Mas sei o motivo:

Minha mãe contava que, ao contrário do que eles tinha imaginado, eu não estava chorando; estava até tranquilo demais, olhando as coisas ao meu redor, sem consciência alguma da gravidade do que estava acontecendo. Eu estava perdido, e nem sabia.


Todos nós andávamos
desgarrados como ovelhas,
cada um se desviava
pelo seu caminho;
mas o Senhor fez cair sobre ele
a iniquidade de todos nós.

Isaías 53.6

www.SitedoPastor.com.br

 

Autor: Pr Ronaldo Alves Franco
Fato verídico de minha infância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *