Banho de leite

BANHO DE LEITE

Certa vez, duas moscas caíram num copo de leite. Uma delas nadou valentemente até a borda do copo, mas como a superfície era muito lisa e suas asas estavam molhadas, morreu afogada.

A outra, apesar de não ser tão forte era tenaz, e, por isto continuou a se debater por tanto tempo, que, aos poucos o leite ao seu redor formou um pequeno nódulo de manteiga, onde a mosca subiu, esperou suas asas secarem e levantou vôo, se salvando.

Tempos depois, a mesma mosca caiu novamente dentre de um  copo. Como já havia aprendido em sua experiência anterior, começou a se debater, na esperança de que, no devido tempo, se salvaria.

Outra mosca, passando por ali e vendo a aflição da companheira, estendeu-lhe a mão, mas a mosca declinou. Já havia passado por isso e saíra sozinha. Não precisava de ajuda.

Debateu-se até à exaustão e nada de aparecer nódulos de manteiga, pois, desta vez o copo não era de leite, mas, de água.


Cada experiência deve ser encarada como única, nova, pois, raramente, as condições e circunstâncias se repetem exatamente do mesmo jeito.


O bom siso te protegerá,
e o discernimento te guardará.

Provérbio 2.11

www.SitedoPastor.com.br

Autor desconhecido.
Extraído do livro: Textos Selecionados, elaborado pelo
Instituto de Desenvolvimento do Potencial Humano – IDPH
Resumido pelo Pr Ronaldo Alves Franco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *