Arrependimento ou morte

arrependimento ou morte

ARREPENDIMENTO OU MORTE!
Lucas 13.1-9

Ficha do Texto:
Para quem foi escrito este livro? Para Teófilo (provavelmente um gentio que havia recebido instrução cristã).
Em qual momento foi escrito? Por volta do ano 80 d.C.
Por quê foi escrito? Porque Lucas queria fornecer a Teófilo (e, certamente a uma audiência maior) um registro preciso e bem ordenado da mensagem cristã básica, desde o nascimento de Cristo à sua ascensão aos céus.
Para quê foi escrito? Para capacitar seus leitores a terem “plena certeza das verdades” que ele aprendeu (1.4).

Tempo do relato bíblico: Tempo de Jesus.
Assunto principal do texto em questão: A necessidade de arrependimento.

Arrependimento ou morte!

Notas:
a) Galileu: Morador da Galiléia.
b) Perecer: Morrer.
c) Arrependimento: (“metanóia”) Mudança de mente.
Ficha do Sermão:
a) Propósito Geral: Evangelístico.
b) Propósito Específico: Ao final deste sermão o ouvinte deverá examinar-se a si mesmo a fim de verificar se de fato é um arrependido.

Arrependimento ou morte!

INTRODUÇÃO
Quebra-Gelo: ____________________________________________________________
(Após o Quebra-Gelo faça a leitura do texto)

Gancho: Suponha que alguém que lhe cause um grande prejuízo, diz que está arrependido, mas, apesar de ter condições, nega-se a reparar o dano. O que você acha, esta pessoa está, de fato, arrependida?

Afirmação Teológica: Uma das maiores verdades deste bíblico é esta: Somente aqueles que verdadeiramente se arrependeram permanecerão em pé diante de Deus.

Frase de Efeito: Este texto nos alerta: O MACHADO ESTÁ POSTO À RAIZ DA ÁRVORE!

– Mas, como pode alguém saber se verdadeiramente se arrependeu?
– Este texto ilumina duas evidências de um verdadeiro arrependimento:

Arrependimento ou morte!

1. O VERDADEIRO ARREPENDIDO TEM CONSCIÊNCIA DE QUE TODOS OS SERES HUMANOS SÃO IGUALMENTE PECADORES – vs 1-5 (especialmente o 3 e o 5).

OPOSIÇÃO: Tem gente que pensa que aqueles que passam por muitos sofrimentos são MAIS pecadores que os demais.
DEFESA: Aqui Jesus nos ensina que não! Todos somos pecadores e precisamos de arrependimento, senão, seremos igualmente punidos.
BOA SEMENTE: Romanos 3.23.

1.1 – O verdadeiro arrependido tem consciência de seus ATOS pecaminosos.
Nota: O verdadeiro arrependido tem uma boa e sensível consciência (Hebreus 9.13-14); não cauterizada; pois, muitos se enganam acerca de si mesmos – Jeremias 17.9; I Timóteo 4.2; II Timóteo 3.13.
1.2 – O verdadeiro arrependido tem consciência do seu ESTADO pecaminoso.
Nota: Muito mais que a consciência de seus ATOS pecaminosos, o verdadeiro arre-pendido tem uma profunda consciência do seu ESTADO pecaminoso, de alguém que, sem Deus, sabe que está perdido, a caminho da condenação eterna.

Fundamentação: Efésios 2.1-3.
Ilustração: O “bom” ladrão na cruz ao lado de Jesus tinha essa consciência.
Ponto-Cruz: Romanos 6.5-6.
Aplicação: Se você ainda não tem este nível de consciência, precisa ter!
Frase de Efeito: Lembre-se: O machado está posto à raiz da árvore!
Apelo: Se neste momento você descobriu que verdadeiramente ainda não é um arrependido, eu te convido a dirigir seu pensamento a Deus e pedir que o Espírito Santo comece a agir em seu coração. Urgente!

Arrependimento ou morte!

2. O VERDADEIRO ARREPENDIDO MANIFESTA NO SEU DIA A DIA “FRUTOS DIGNOS DE ARREPENDIMENTO” – vs. 6-9.
Nota: O verdadeiro arrependido permanece em pé diante de Deus, como uma videira que foi plantada na “vinha do Senhor”.Trata-se de um ato contínuo; ele produzirá bons frutos até o fim da vida. Confira o Sl 92.12-15: “Até a velhice dará frutos”.

Fundamentação: Lucas 3.7-9.
Ilustração: Conte a história de Zaqueu, destacando sua transformação.
Ponto-Cruz: Cristo morreu por nós e nos salvou “para boas obras” – Ef 2.8-10.
Aplicação: Se você ainda não manifesta “frutos de arrependimento” em seu dia a dia, então, você precisa de arrependimento imediato!
Frase de Efeito: Lembre-se: O machado está posto à raiz da árvore!
Apelo: Se mais uma vez você percebeu que ainda não é um arrependido, mais uma vez eu te convido a dirigir seu pensamento a Deus e clamar pelas misericórdias do Senhor sobre a sua vida!

Arrependimento ou morte!

CONCLUSÃO:
Os verdadeiros arrependidos têm consciência de que todos os seres humanos são igual-mente pecadores, tanto por seus atos quanto por seu estado pecaminoso. Além disso, em seu dia a dia eles manifestam “frutos dignos de arrependimento”.

Apelo Final:
Se você é um verdadeiro arrependido, diga: Aleluia!
No entanto, se não é um verdadeiro arrependido, este é o momento. Esta é a hora.
Clame a Deus por sua alma! Agora! Não deixe para depois!

Arrependimento ou morte!
Autores: Este sermão foi elaborado pelos alunos do Curso “Explica a Palavra”, ministrado em Junho/2003 na casa do Pr João Evangelista, em São José dos Pinhais – PR, pelo Pr Ronaldo Alves Franco.

Arrependimento ou morte!