Os amores da Bíblia

amores da bíblia

AMORES DA BÍBLIA

É notório o fato de que Amor — na Bíblia — é algo muito mais que um sentimento; é atitude. Dizer “Eu te amo”, à luz da Palavra de Deus significa, antes de mais nada, ter atitudes bondosas para com a pessoa ou o grupo amado.

Cremos, no entanto, que estas atitudes bondosas têm CARACTERÍSTICAS diferentes, dependendo do caso:

1. AMOR A DEUS
O amor a Deus se concretiza por meio de uma atitude PERMANENTE  e INCONDICIONAL para com o Criador e deve estar acima de todas as coisas, inclusive dos nossos próprios interesses (descanso, sossego, segurança, liberdade, bênção, prosperidade, cura, sucesso etc.).

2. AMOR FAMILIAR
O amor familiar se concretiza por meio de uma atitude PERMANENTE de respeito, afeição e cuidado para com os nossos familiares.

3. AMOR AO PRÓXIMO
O amor ao próximo se concretiza por meio de uma atitude EVENTUAL para com um estranho que precisa de ajuda, e não envolve, necessariamente, sentimentos de afeto (este amor é mais fácil de ser entendido por meio da ilustração apresentada por Jesus, conhecida como a Parábola do Bom Samaritano — Lucas 10.25-37).

4. AMOR AO INIMIGO
O amor ao inimigo também se concretiza por meio de uma atitude EVENTUAL, mas, diferente do amor ao próximo, pois não se trata de uma pessoa ou grupo estranho (geralmente, conhecemos os nossos inimigos), e não exclui, necessariamente, os sentimentos de desafeto que temos por eles. O Cristão deve amar seu inimigo (isto é, ter uma atitude bondosa para com ele), mas isso não significa ter que gostar ou ter afeição pelo inimigo.

5.AMOR AOS IRMÃOS DA FÉ
O amor aos irmãos da fé se concretiza por meio de uma atitude PERMANENTE, porém, CONDICIONAL para com os demais cristãos. Dizemos que é CONDICIONAL pois se trata de uma relação de RECIPROCIDADE (isto é, eu faço por você, mas você também deve fazer por mim)“A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, a não ser o amor recíproco” – Romanos 13.8.

PROVAS BÍBLICAS DO ENSINAMENTO DA RECIPROCIDADE
01.Amem-se uns aos outros – Jo 13.34
02. Aceitem-se uns aos outros – Rm 15.7
03. Saúdem se uns aos outros – I Co 16.20
04. Tenham igual cuidado uns pelos outros – I Co 12.24-25
05. Sujeitem-se uns aos outros – Ef. 5.18-21
06. Suportem-se uns aos outros – Ef. 4.1-3
07. Não tenham inveja uns dos outros – GL 5.25-26
08. Deixem de julgar uns aos outros – Rm 14.13
09. Não se queixem uns aos outros – Tg 5.9
10. Não falem mal uns dos outros – Tg 4.11
11. Não mordam e devorem uns aos outros – Gl 5.14-15
12. Não provoquem uns aos outros – Gl 5.25-26
13. Não mintam uns aos outros – Cl 3.9-10
14. Confessem pecados uns aos outros – Tg 5.16
15. Perdoem-se uns aos outros – Ef 4.31-32
16. Edifiquem-se uns aos outros – I Ts 5.11
17. Ensinem uns aos outros – Cl 3.16
18. Encorajem uns aos outros – Hb 3.12-13
19. Aconselhem-se uns aos outros – Rm 15.14
20. Falem entre vocês com salmos, hinos e cânticos espirituais uns aos outros – Ef 5.18-20
21. Sirvam uns aos outros – Gl 5.13
22. Levem os fardos pesados uns dos outros – Gl 6.2
23. Sejam hospitaleiros uns dos outros – I Pe 4.7-9
24. Sejam bondosos uns para com os outros – Ef 4.31-32
25. Orem uns pelos outros – Tg 5.16

CONCLUSÃO
Qualquer que seja o caso em questão, todos eles se concretizam por meio de atitudes bondosas.

Autor: Pr Ronaldo Franco

Nota: Este estudo está incompleto e necessita de revisão.


amores da bíblia, amores da bíblia, amores da bíblia