A aranha

A ARANHA

Um homem que estava sendo perseguido numa mata por vários malfeitores que queriam assassiná-lo entrou correndo numa pequena fenda de montanha, sem saber que era um beco sem saída.

Sem ter para onde ir, nem podendo voltar, escondeu-se atrás de um pequeno arbusto, agachou-se e clamou:
– Óh, Deus, tenha misericórdia de mim. Coloca, Senhor, um anjo na entrada desta fenda. Um não, Senhor, dois… melhor pensando, uma dúzia. Somente um grande milagre poderá me salvar.

Enquanto ouvia o aproximar-se do som dos pesados passos de seus perseguidores, reparou que uma aranha começou a tecer uma teia na entrada do lugar onde havia se escondido. Quando os malfeitores aproximaram-se do local, uns deles disse para os demais: 
– Aí ele não entrou, tem teia de aranha… Venha, vamos por ali –
E se foram embora.

“Não despreze as pequenas soluções”.

Agora sei que o Senhor salva o seu ungido;
ele lhe responderá lá do seu santo céu,
com a força salvadora da sua destra.
Salmo 20.6

www.SitedoPastor.com.br

Autor desconhecido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *